Bienal Sesc de Dança 2017 *

Mais textos:

Ficha técnica:

Bienal Sesc de Dança 2017

14 a 24 de Setembro de 2017, Campinas / SP

 

Coordenação Geral: Hideki M. Yoshimoto

Coordenação Executiva: Flávia Lopes Marques e Camila Machado

Coordenação Artística: Claudia Garcia e Fabrício Floro

Assistência de Coordenação: Maurício Ricci

Curadoria Ações Cênicas: Claudia Garcia, Fabrício Floro e Wagner Schartz

Curadoria Ações Formativas: Claudia Garcia, Fabrício Floro e Claudia Müller

 

 

“Do Desejo de Horizontes”, Mouvements Perpétuels

Coreografia: Salia Sanou

Intérpretes: Valentine Carette, Ousséni Dabaré, Catherine Denecy, Jérôme Kaboré, Elithia Rabenjamina, Mickael Nana, Marius Sawadogo e Asha Imani Thomas

Texto: Nancy Huston

Cenografia: Mathieu Lorry Dupuy

Luz: Marie-Christine Soma

Música: Amine Bouhafa

 

“Big Bang”, Gen Danza

Direção: Andrea Arobba

Artistas Criadores: Andrés Cototo Cuello, Bruno Brandolino, Catalina Lans, Celia Hope Simpson, Gianni Penna, Josefina Díaz, Juan Chao, Juan Miguel Ibarlucea, laura Rodriguez, Lucía Gatti, María Pintado, Mario Gulla, Nicolás Parrillo, Santiago Bone

Música Original criada durante o processo pelos artistas com a colaboração de Pablo Casacuberta

Desenho de Luz e Cenografia: Leticia Skrycky 

Técnico de Luz e Adaptação para a Turnê: Santiago Rodriguez Tricot

Figurinos: Lucía Arobba

 

“FOLK-S — Will You Still Love Me Tomorrow?”

Criação e Dramaturgia: Alessandro Sciarroni

Intérpretes: Cristian Balzama’, Anna Bragagnolo, Marco D’Agostin, Pablo Esbert Lilienfeld, Francesca Foscarini, Leon Maric, Matteo Ramponi, Francesco Vecchi

Música Original: Pablo Esbert Lilienfeld

Desenho de Luz: Rocco Giansante

Figurinos: Ettore Lombardi

 

“Título em Suspensão”, Eduardo Fukushima

Direção, Criação e Dança: Eduardo Fukushima

Composição Musical: Rodolphe Alexis

Dramaturgia: Júlia Rocha

Criação de Luz: Hideki Matsuka e Igor Sane

Figurino: Alex Casimiro e Eduardo Fukushima

Trilha Sonora da Primeira Versão: André Menezes e Júlia Rocha

 

“Dança Doente”, Demolition Incorporada

Conceito e Coreografia: Marcelo Evelin

Criação e Interpretação: Andrez Lean Ghizze, Bruno Moreno, Carolina Mendonça, Fabien Marcil, Hitomi Nagasu, Luana Gouveia, Marcelo Evelin, Márcio Nonato, Rosângela Sulidade, Sho Takiguchi

Dramaturgia: Carolina Mendonça

Música: Sho Takigushi

Luz: Thomas Walgrave

Espaço: Marcelo Evelin e Thomas Walgrave

Direção Técnica: Luana Gouveia

Colaboração Artística: Loes Van Der Pligt

Orientação de Pesquisa: Christine Greiner

Colaboração em Figurino: Julio Barga

Training em Dança Tradicional Japonesa: Heki Atsushi

 

“Alla Prima”, Tiago Cadete

Criação e Interpretação: Tiago Cadete

Consultor de História da Arte: Raphael Fonseca

Figurinos: Carlota Lagido

Diretor Técnico: André Martins

 

“Ó”, Cristian Duarte

Coreografia e Direção: Cristian Duarte

Cocriação e coprodução: Aline Bonamin, Bruno Levorin, Cristian Duarte, Felipe Stocco e Tom Monteiro

Dança: Aline Bonamin e Felipe Stocco

Dramaturgia e Assistência de Coreografia: Bruno Levorin

Composição Musical: Tom Monteiro

Iluminação: André Boll

Concepção e Produção de Figurino: Cristian Duarte, Bruno Levorin, Aline Bonamin e Felipe Stocco

Consultoria de Figurino: Daniel Lie

Provocação: Thiago Granato

 

“Codex Mundo Algodão”, Sheila Ribeiro

Plataforma (conceito): Sheila Ribeiro

Usuário (criação): Alejandro Ahmed

Desenho de Som, Música Incidental: Tom Monteiro

Moda: Karla Girotto, com contribuição de Flavia Lobo de Felício, Madame Sher e Rodolfo Lanjoni

 

“Alex no País do Lixão”, XL Production

Concepção e Coreografia: Maria Clara Villa Lobos

Cenografia: Isabelle Azaïs

Figurinos: Nousch Ruellan

Música: Max Vandervorst e Gaëtan Bulourde

Iluminação e Direção Técnica: Kevin Sage

Elenco: Cláment Thirion, Clara Henry, Gaspard Herblot, Antoine Pedros

* Amanda Queirós e Henrique Rochelle viajaram a Campinas e assistiram aos espetáculos
aqui criticados a convite da produção da Bienal Sesc de Dança 2017

O Criticatividade é um esforço de reunir e aumentar as vozes que fazem, discutem e se interessam pela crítica de dança. A cada mês, produzimos três críticas sobre uma mesma obra.

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now